segunda-feira, 22 de agosto de 2016

DEUSIMAR SERRA TENTA, MAS NÃO CONSEGUE LEVAR FILHO DE EX-PREFEITO DE PAULO RAMOS AO SEU PALANQUE.

Deusimar Serra queria, mas o empresário Rockson Sousa recusou-se a subir no palanque do comício, ontem (domingo). 

Deusimar Serra insistiu, mas levou um "não".

FILHO DE EX-PREFEITO DE PAULO RAMOS, RAIMUNDO NENEN, RECUSA-SE A SUBIR NO PALANQUE DE DEUSIMAR SERRA.

Apesar de Deusimar Serra ter levado Pedro Paca para integrar seu palanque, neste Domingo, o enredo que “DS” previa, há dias, não foi possível. Deusimar Serra, até que tentou levar o empresário Rockson Sousa, irmão da candidata a vice, do grupo da situação, Arilene Santos, mas....

Rockson Sousa, achou melhor dizer “não!”. A negativa de Rockson – que é filho do ex-prefeito de Paulo Ramos, Raimundo Nenen, desagradou Deusimar Serra, deixando este meio abatido, por não ter tido a sorte de receber o “sim”, do pretendido aliado – numa hora importante para causar impacto e barulho na campanha eleitoral, tirando proveito do fato – providência natural e muito comum em campanhas.

A conversa do candidato Deusimar Serra, ontem, ao que parece, tinha tudo para alcançar êxito, já que o referido candidato comunista (PCdoB) passou mais de 2 horas no comércio de Rockson Sousa, tentando convencê-lo a fazer parte da ‘família 65’, mas Rockson, achou melhor jogar um ‘balde de água fria’ nos plano de “DS” – que fez de tudo e um pouco mais, para levar ao seu palanque mais uma personalidade, ainda mais em se tratando do irmão da candidata a vice, na chapa da situação.

É bom lembrar que o empresário Rockson Sousa, desde muito, tem se mantido independente, fora dos dois atuais grupos políticos, em Paulo Ramos, mas, segundo amigos próximos, com uma tendência maior de integrar o grupo político, onde estão suas irmãs, Arilene e Arlete, o seu pai, Raimundo Nenen e 90% de seus familiares.

Na reunião, com Rockson Sousa, “DS” chegou até a contar com o auxílio de seu colega de chapa, Francimar Oliveira, mas, mesmo assim, não deu certo, não surtiu efeito; o plano não foi alcançado, deixando “DS” em completo descompasso, já que se a pretendida adesão desse certo, o grupo de Deusimar Serra poderia celebrar duas ‘aquisições importantes’, num dia programado para ‘levantar o astral’ de seus eleitores.

“Disse a ele que não poderia subir; tenho que analisar”, garantiu Rockson, ao ser indagado sobre o assunto, por alguns amigos, os mesmos que testemunharam o carro do candidato “DS” estacionado na frente do respectivo comércio, por horas.

Alguns que presenciaram a movimentação, no comércio de Rockson, disseram que a tristeza de Deusimar Serra era "evidente".

Nenhum comentário:

Postar um comentário