segunda-feira, 8 de agosto de 2016

ESCOLA EM PAULO RAMOS É COMPLETAMENTE DESTRUÍDA POR VÂNDALOS: A POLÍCIA VAI INVESTIGAR O CASO!

Escola já reformada esperando cobertura.

Escola totalmente destruída por vândalos.

Reunião, antes da destruição: presença do Secretário de Educação, Kinkas Araújo. 

Fotografias: Blog Flávio Rocha.

BADERNEIROS DESTROEM PRÉDIO DE ESCOLA QUE A PREFEITURA DE PAULO RAMOS ESTAVA REFORMANDO.

A noite do domingo, 7, no Povoado Altos das Maricotas, no Município de Paulo Ramos, entrou para a história, pelo lado avesso: os moradores foram obrigados a assistir à destruição completa de uma Escola do Município, motivada pela ação criminosa de uns quatro ou cinco baderneiros, que não concordaram com os serviços de reforma e ampliação do prédio, que a Prefeitura, há mais de 15 dias, estava executando, inclusive, com recursos próprios.

A entrega da Escola (Unidade Escolar “Raimunda Ramos”), reformada e ampliada, já tinha até previsão estabelecida para o mês de setembro, conforme informações da Secretaria de Obras de Paulo Ramos. O projeto total estava orçado em, aproximadamente, R$ 160 mil.

A ação dos baderneiros, responsáveis pela destruição do prédio da Escola em Alto das Maricotas – que já estava no ponto de receber madeira e cobertura de telhas, foi até mesmo filmada e também devidamente testemunhada pelo próprio Secretário de Educação de Paulo Ramos, Kinkas Araújo, posto que este, com a missão de explicar o cronograma da obra à população do citado povoado, chegou a fazer uma reunião, na localidade, minutos antes, para explicar que os serviços, em função do projeto feito, eram de “reforma e ampliação, do prédio da Unidade Escolar, inclusive com recursos próprios”, ou seja, saídos dos cofres da prefeitura de Paulo Ramos.

A reunião feita no povoado, naquele domingo, de nada adiantou, pois os mesmos baderneiros que dela participaram – com pleno direito à voz, comandaram a destruição do referido prédio, sob a absurda e inusitada alegação de que só aceitariam os serviços, ali, se a Prefeitura fizesse uma obra de construção de um prédio novinho em folha – objetivo este inviável, ante a inexistência de recursos financeiros suficientes para atender uma demanda que, no fundo, não iria trazer muita diferença, em relação ao que a Municipalidade iria permitir, com a obra em curso – de reforma e ampliação.  

Nesta terça, 9, a Prefeitura vai protocolizar pedido de abertura de inquérito, na Polícia Civil, para que os envolvidos na destruição do prédio da municipalidade sejam responsabilizados, inclusive, por meio de ação criminal, já que a conduta deles, em tese, configura os crimes de dano e de associação criminosa, com penas de reclusão, de acordo com o Código Penal.

O que chama atenção, no lamentável episódio, é que, dias antes, um conselheiro tutelar de Paulo Ramos esteve no povoado, fazendo uma reunião com alguns moradores, cuja pauta foi a execução dos serviços da referida Unidade de Ensino, situação que leva a crê quanto à sua participação, nos aludidos crimes, a título de autor intelectual, o que pode lhe render consequências de natureza penal e também administrativa.

Todo o material das filmagens será entregue amanhã para o Delegado da Polícia Civil, Dr. Fernando Rezende, que deverá, então, ordenar a abertura das investigações, para individualizar as circunstâncias e a autoria do episódio.

O prefeito de Paulo Ramos, Tanclêdo Lima, ao comentar o assunto, disse que o vandalismo em Alto das Maricotas tem cunho político, e isso deverá ser provado durante as investigações.

4 comentários:

  1. Tudo que acontece em Paulo Ramos é culpa da oposição...Se o Prefeito é preso é por causa da oposição, se a escola é destruída é culpa da oposição..... Esse ritmo já esta muito manjado, já estão na hora de "trocar a fita/cd"... Não estou aqui defendendo a destruição do colégio, mas essa 'mania" de dizer que isso foi a oposição que incentivou já está passando dos limites..... Só um burro, jumento não ver o quanto o blogueiro é imparcial em suas matérias.....

    ResponderExcluir
  2. O blogueiro pode até ser processado por está tentando denominar o autor(es) desse crime sem provas concretas, não se pode dizer que fulano ou cicrano cometeu crime por "ouvir dizer" pela rua,,,,, E disso eu tenho certeza que ele é ciente....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem toda a razão ao dizer isso. Infelizmente você não botou os olhos nas provas: os vídeos... a Polícia vai poder identificar algumas pessoas. Depois, sairá a notícia, inclusive para você.

      Excluir
  3. Mesmo vc tendo acesso a esse vídeo, isso não lhe dar direito de denominar algum autor desse crime. Ã policia, através do IP, é que poderá indiciar alguém, e a JUSTIÇA que tem a competência para dizer quem são os vdd culpados...

    ResponderExcluir