quarta-feira, 3 de agosto de 2016

MICHEL "TÊMERO" E SUA INCOERÊNCIA POLÍTICA DE "TERCEIRO GRAU".

Michel Temer: o 'esperador-geral do futuro'. 

MICHEL “TÊMERO” E SUA INCOERÊNCIA.


No Brasil, alguns boatos viram fatos, pela simples ‘omissão’ dos políticos. Ou melhor, pela simples falta de coerência deles.

Michel Temer, quando quis chegar à Presidência da República – naquele ‘sangrento’ momento do Impeachment, divulgou nos quatro cantos que “não serei candidato à reeleição”. Muito compreensível, por várias razões.

Depois, veio a inelegibilidade do interino Temer, por conta de uma condenação eleitoral em São Paulo. A decisão já transitou em julgado. Ou seja, não há mais remédio para o caso dele.

Agora, vem o Ministério Público dizer que pretende impugnar eventual candidatura de Michel Temer, em 2018, se ele for candidato, claro. Ora, ora!

Tem coisa mais desnecessária para cuidar? Como perder tempo com um assunto desses?

Há boatos até mesmo de possível alteração da legislação, para ‘sanar’ a situação de Michel – o que seria um casuísmo terrível, mas desses que alguns políticos oportunistas dão de ombro, como se nada tivesse acontecendo.

Moral da história. Por que Michel Temer, que já disse que não vai se candidatar à reeleição, não comparece, de ‘corpo e alma’ e não acaba, de vez, com o absurdo boato? Bastaria perder 5 minutos; talvez nem isso. Até o MP ficaria agradecido, pois iria cuidar de outros assuntos. Ah, a população, talvez, fizesse uma grande festa!

Mas Michel Temer, tal qual uma penca de outros políticos brasileiros, talvez, esteja se ‘resguardando’ naquela vala funda chamada incoerência.

Alguns políticos brasileiros têm medo de ‘sair na frente’.

Fazer o que, não é? Se eles querem ficar sempre ‘atrás’, só nos resta lamentar... a escolha é deles.

É o Brasil das muitas contradições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário