terça-feira, 16 de maio de 2017

PREFEITO DE PAULO RAMOS FAZ EXONERAÇÃO DE SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO, COM 'DESCULPAS'.... E ZANGA ATÉ O 'PROFESSOR PASQUALE'.

Portaria de Exoneração: repleta de 'motivos'.

PREFEITO DE PAULO RAMOS FAZ EXONERAÇÃO DE SECRETÁRIA DE EDUCAÇÃO, COM ‘DESCULPAS’...E ZANGA O ‘PROFESSOR PASQUALE’.

O Prefeito de Paulo Ramos, Deusimar Serra/PCdoB, ao exonerar a Secretária de Educação, Marineude Alves, no começo da semana passada, achou fácil empurrar a culpa para o ‘vizinho’. Deusimar fez um ‘lavrado’ daqueles – uma coisa ‘nunca vista na história deste País’. O ‘lavrado’, na verdade, foi uma maneira ‘inteligente’ de livrar culpados, jogando a culpa apenas naquela que está saindo e que não pode se defender. Só engole tais ‘desculpas’ quem é tonto, incapaz de fazer uma simples conta de 1+1.

Não se sabe de quem foi a ‘ideia’.... mas o próprio ato de exoneração, após fazer aquelas “considerações” enfadonhas, chega a dizer, dentre outras coisas, que a Secretária “...não atingiu os objetivos almejados pela administração superior”. Como assim? Secretário, até onde se sabe, só faz um bom trabalho, se tiver uma boa assessoria e se também não atuar com base em perseguições de cunho partidário/eleitoral.

O ato de exoneração da Secretária ficou recheado de “CONSIDERANDO” – uma ideia totalmente fora de moda, desnecessária, que contraria a boa norma e até mesmo o português.
O ato de exoneração, tentando encontrar ‘chifre na cabeça de cavalo’, chega a falar em “primasia do interesse público”. “Primasia” assim, com a letra “S?”.

Ninguém está inclinado a buscar preciosismo numa redação. Mas é óbvio que, escrevendo-se “primasia”, com “S”, ao invés de fazerem com “Z” (Primazia), verifica-se que as coisas fora de lugar não estavam/estão na Educação, mas na própria Administração. Parece simples, mas não é!! Daqui a pouco, vão colocar ‘ezoneração’ assim, com “Z”, ao invés de usarem a letra “X”.

E se fosse a então Secretária Marineude que escrevesse “primasia”, com “S?”. Pois bem... agora, vão zangar também o conhecidíssimo professor Pasquale Neto – aquele que fica dando dica de português, na TV.

Como se vê, é preciso qualificar a Gestão. Os contribuintes não estão pedindo; estão exigindo essa importante providência! Afinal, são eles que mantêm a Máquina, através do pagamento dos impostos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário