domingo, 7 de maio de 2017

PREFEITO DE PAULO RAMOS LANÇA O "POUPA-GANHA" DA SAÚDE: MARKETING DO GOVERNADOR FLÁVIO DINO.

"Poupa-Ganha": ganha o Prefeito e ganha o Governador.

PREFEITO DE PAULO RAMOS LANÇA O “POUPA-GANHA” DA SAÚDE: O MARKETING DO GOVERNADOR FLÁVIO DINO.

Quem bate o olho na foto acima, pela primeira vez, imagina que o movimento se refere àquela obrigação, “contratual”, quando a pessoa que ganhava o prêmio do “Poupa-Ganha”, tinha que tirar 78 fotografias, de 140 ângulos diferentes, para que a propaganda comercial atraísse mais e mais clientes. Era regra básica, sob pena de não receber o prêmio....

Se você acha que há uma confusão, envolvendo o “Poupa-Ganha” do passado e esta antológica foto, mude de ideia: essa festa de ‘arromba’ é apenas para receber a ambulância (da foto), para melhorar a estrutura da Saúde em Paulo Ramos – um Município que, a exemplo de outros, no Maranhão, está meio ‘desabastecido’, no tema, inclusive por ter ambulâncias quebradas em oficinas da Capital.

A propaganda, com o uso do bem público, saiba, serve para os planos eleitorais de Flávio Dino, que, há dias, vem tentando fazer uma espécie de ‘aquecimento’, para melhorar o desempenho em algumas localidades, especialmente naqueles Municípios que estão esperando a estrada que o Governador prometeu, ainda em campanha – caso de Paulo Ramos/Vitorino Freire.

O que mais chama a atenção, no caso do novo “poupa-ganha”, é que o simples fato de receber uma ambulância, com o objetivo, sim, de melhorar a Saúde municipal, é menos importante do que fazer propaganda, com estardalhaço, por meio de uma foto ‘concorrida’, em que o Prefeito, Deusimar Serra, e o vice, Francimar Oliveira, comparecem com uma banda da Câmara Municipal, passando a ideia de que, se eles não fossem a São Luís, “registrar o feito em cartório”, a doação do veículo seria cancelada, com pagamento de multa, pela ausência – uma conclusão que beira ao bizarro.

Realmente! Para uma pessoa mediana, em termos de esclarecimento, o episódio é mesmo hilário, jocoso, por mais de um motivo: o primeiro é o ‘encargo’, pesado, de o Prefeito Deusimar Serra e sua comitiva, com vereadores terem que fazer pose, em foto que o Governador comunista, Flávio Dino, quer estampar para o Maranhão e o País, como se o feito fosse alterar os movimentos de rotação e translação da Terra.

A comitiva de Paulo Ramos, rumo à Capital, saiu quase como quem recebe um mandado de condução coercitiva.

Em Paulo Ramos, a ‘obrigação’ de comparecimento ao ato de entrega da ambulância, por Flávio Dino, motivou, acredite!, até o fechamento da Câmara Municipal, cujos membros da Mesa Diretora – incluindo o presidente Francisco Santana, não se preocuparam nem mesmo com a Sessão ordinária, importante para analisar várias matérias de interesse da sociedade. Forçoso lembrar, ainda, que a Sessão da sexta-feira anterior também não aconteceu, já que a Mesa da Câmara, por lá, não deu o menor sinal de vida.

No caso, o Presidente Francisco Santana, já sabendo da 'obrigação' imposta por Flávio Dino, deveria, ao menos, ter feito um pequeno esforço para realizar a Sessão um dia antes, ou seja, na quinta... seria um gesto para demonstrar mais apreço pelo Poder Legislativo.

A sorte de muitos comerciantes, em Paulo Ramos, é que o Prefeito Deusimar Serra não entendeu de decretar feriado, na sexta-feira ou mesmo no sábado, o que teria contribuído, sobremaneira, para piorar um pouco a situação econômica no setor. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário