quinta-feira, 29 de março de 2018

POLÍCIA FEDERAL PRENDE ALIADOS E AMIGOS DE TEMER... É O INQUÉRITO DO CASO 'DOS PORTOS!'


O CERCO SE ‘FECHA’, CONTRA O PRESIDENTE TEMER... É O INQUÉRITO DO CASO ‘DOS PORTOS!’

Esta quinta-feira Santa, não será, de jeito nenhum, bem lembrada, como um dia bom, pelo Presidente da República, Michel Temer. A PF, por ordem do Min. Luís Roberto Barroso, do STF, fez a prisão de figurões de uma investigação que a Polícia Federal teima que Michel Temer está bem no miolo, a do caso dos “Portos” – que desbarata a um Decreto do Setor Portuário, com fumaça indicativa de ter havido pagamento de propina, com extensão ao Presidente da República.

Dentre as figuras presas está o falado Cel. Lima, amigo de longa data de Michel Temer, suspeito de ser um ‘elo’ importante, na organização. Sem falar de outro aliado, o advogado José Yunes, também levado pelos federais (foto).

O mais engraçado é que, sobre esse caso, a envolver a empresa Rodrimar, que atua em Santos, o ex-diretor da Polícia Federal, Fernando Segovia, disse que o respectivo inquérito seria arquivado, por falta de provas. Segovia, dono de tal declaração, demoraria pouco no posto, já que sua demissão foi a consequência lógica dessa e de outras falas.

Com as prisões de hoje, inclusive a vincular o presidente da empresa Rodrimar, também preso, o Ministro Carlos Marun/Secretaria-Geral da Presidência da República, chegou a dizer que Temer nada tem a ver com isso, chamando a atenção pela necessidade da divulgação da enfática declaração.

Como a prisão de todos é temporária, agora é aguardar o que vem depois da fala deles, junto inquérito, aberto em 2017.

Em relação ao Cel. Lima, que se negava a comparecer para depor – alegando problema de saúde, é torcer para que sua convalescença não atrapalhe a investigação sobre um caso que tem tirado o sono e a paciência de Michel Temer.

Agora, se o assunto é importante para esclarecer e restabelecer a verdade, por que o Cel. Lima não se apressou para evitar a prisão?

Nenhum comentário:

Postar um comentário