quarta-feira, 25 de abril de 2018

FLÁVIO DINO VAI ENFRENTAR INTERVENÇÃO NA SEGURANÇA PÚBLICA, PEDIDA À PGR.


FLÁVIO DINO VAI ENFRENTAR INTERVENÇÃO NA SEGURANÇA PÚBLICA, PEDIDA À PGR.

Por conta da tentativa de espionagem, com o uso da Polícia Militar, dentro do Governo Flávio Dino, contra supostos alvos (adversários políticos dele), agora será a vez de esperar o resultado do pleito de Intervenção nas Forças de Segurança do Estado, pela PGR, em Brasília.

Não se sabe, porém, os limites da medida drástica, caso ela seja tomada. O que sabe, mesmo, é que a situação não encontra precedentes, ainda mais pelo fato de a pretensão se voltar à proteção de um bem valiosíssimo na Democracia, a liberdade dos cidadãos, sem falar do aspecto relacionado com o uso das instituições de Estado, com ranhura ao processo eleitoral que se avizinha, para satisfazer interesse pessoal e ao mesmo tempo mesquinho do mandatário do Palácio dos Leões.

A medida, por si só, já tem um simbolismo para colocar o Governo de Flávio Dino no olho do furacão, inclusive por conta de desdobramentos, dentre os quais a possível queda do Secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela – um fato que, se ocorrer, revela que o Governo poderia agir para evitar o aumento das ‘labaredas’ vindas com o episódio – um dado péssimo.

É difícil imaginar que, amanhã ou depois, a situação do Governo seja a mesma de ontem... É bom registrar que a reação de Flávio Dino, com os dez partidos políticos que pediram a intervenção, não foi nada ‘simpática’: “são mafiosos”, disse o comunista.

Esperemos....

Estragos à vista?

Nenhum comentário:

Postar um comentário