sexta-feira, 27 de abril de 2018

PREFEITO DE PIO XII PREPARA UMA 'BOMBA' PARA OS SERVIDORES DO MUNICÍPIO...

Biné e Dino...

PREFEITO DE PIO XII PREPARA UMA ‘BOMBA’ PARA OS SERVIDORES MUNICIPAIS...

A coisa é mais do que séria! Pode ser até um prenúncio de um grande escândalo, como já aconteceu em alguns Municípios do Maranhão, a exemplo de Pedreiras, no passado...

O Prefeito de Pio XII, Carlos Alberto Batalha “Carlos do Biné”, sob a orientação não se sabe de quem, mandou à Câmara Municipal um Projeto de Lei que, pelo visto, pode se constituir no maior engodo da história do Município, uma espécie de estelionato de efeitos deletérios, contra o patrimônio de mais de 1000 servidores públicos.

“Carlos do Biné”, acredite!, quer implantar o Instituto de Previdência Municipal, criando, assim, o Regime Próprio de Previdência, com a falácia de que isso é melhor para os servidores da Administração. Pura balela! Podem acreditar!

Na verdade, algumas Administrações estão em maus lençóis com débitos perante o INSS e, vendo a dificuldade para pagar, inventam a ‘estória’ do Instituto de Previdência próprio, uma ideia badalada por muitos prefeitos, mas completamente equivocada.... e também mal intencionada.

Ora, se alguns Prefeitos não conseguem administrar pendências de varredeiras de rua, como farão, então, para gerenciar um Instituto de Previdência, que teria a função de pagar aposentados e pensionistas? Quanto o Município não iria gastar, com pessoal qualificado, para gerenciar essa estrutura?

Quando chegar na fase das aposentadorias e pensões, o dinheiro ‘sumiu!’, virando uma grande tormenta para milhares de famílias.

Não se iludam: a ideia é uma grande ‘roubada’. Tanto que, até agora, ninguém concordou com o Prefeito: “Nenhum servidor do Município aceita o projeto de fazer esse instituto, pois se trata de uma grande enrolação do Prefeito”, disse Abias Lopes, vereador que faz oposição ao atual Gestor, com mais dois colegas: Patrícia Pereira e Hilquias Santos.

É roubada da grossa! É só esperar e conferir!

Com a palavra, o Ministério Público, para saber dessa história, tim-tim, por tim-tim!

Servidores, às vezes, têm dificuldades até mesmo para obter um simples auxílio-doença, porque a Administração não repassa as informações, por meio da chamada GFIP? Se não fazem o mais simples, farão o mais complexo?

Este Blog fica à disposição para qualquer nota da Administração, sobre o tema, inclusive para que o Prefeito diga a razão pela qual não fez uma audiência pública com os servidores da Máquina para tratar do assunto.

Nota: a implantação do Regime Próprio de Previdência é permitida aos entes federativos municipais, por força do Art. 40 da Constituição Federal, c/c a Lei 9.717/98. Que isso fique bem claro! Um exemplo disso é Teresina, que tem o seu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário