quarta-feira, 9 de maio de 2018

VEREADOR, EM PAULO RAMOS, TENTA CALAR ESTE BLOG..... NÃO VAI CALAR!!


O DIA EM QUE UM VEREADOR DE PAULO RAMOS QUIS CALAR ESTE BLOG....


Parecia até que estávamos na Venezuela ou mesmo em Cuba, duas ditaduras conhecidas por amarrar a língua daqueles que ‘falam demais’.... ou melhor, parecia até que Paulo Ramos não estava/está bem longe daqueles dois países, ainda que a Região Norte do Brasil (Roraima) esteja sentindo um leve cheiro da catinga do restante do chavismo/madurismo, hoje sob o comando de Nicolás Maduro, um dublê de Presidente, ainda mais por ter ajudado a trazer o caos para aquele País, o qual, acredite!, pegou 1 trilhão de dólares, nos últimos 15 anos, com o seu melhor produto, o petróleo, ali abundante.

Pois bem....

Naquela Sessão, da última sexta-feira, 4, na Câmara de Paulo Ramos, os discursos foram marcados por muito chororô envolvendo alguns vereadores – Fladilson Paca & Cia.... A choradeira dos nobres parlamentares, flagrantemente equivocada, foi motivada pelo fato de este blog – com bastante razão, ter divulgado que, na Sessão anterior (27/4), Fladilson Paca, Corina Viana, Ivan Matos e Franceilson Leitão entenderam de virar as costas para a ‘Casa do Povo’, na maior ‘naturalidade’.

A ausência dos honrados edis, naquela Sessão, na verdade, foi toda ‘programada’, do começo ao fim, já que, naquele dia, ou melhor, naquela sexta-feira, algumas pessoas, incluindo servidores excedentes, estariam a postos, nas Galerias do Plenário da ‘Casa do Povo’, para protestar pela apatia daqueles e demais Vereadores em relação ao Processo Administrativo aberto pelo Prefeito Deusimar Serra/PCdoB, alcunhado por nós de ‘plano da degola’, que visa jogar no olho da rua 62 pessoas que foram nomeadas no Governo passado (Tanclêdo Lima), há mais de 4 ou 5 anos.

Esta explicação é uma espécie de ‘aquecimento’, para você, leitor, entender o ‘resto’, situando-se na questão, a fim de tomar partido, se for o caso, já que essa providência não é obrigatória, mas está no âmbito de sua liberdade pessoal. Se nós estamos errados, caríssimo leitor, pode falar; exerça seu elementar direito à crítica. Estamos em plena democracia, exceto para a visão de ‘alguns’.... Estes ‘alguns’, graças a Deus, são alguns mesmo, ou seja, eles são poucos, para o bem de nosso elementar direito à liberdade de expressão, num País em que, pela Carta Magna, o exercício desta liberdade configura um bem valiosíssimo, ainda mais quando esse exercício se faz em relação a pessoas que só exercem o cargo porque o eleitor passou-lhes uma ‘procuração’, nas urnas, como é próprio das democracias políticas, através do instituto da representação.

O bom é lembrar que essa procuração não é para toda vida, e sim para valer por prazo determinado. Ou seja, a procuração tem prazo de validade conhecido: 2020! É também a época da renovação, caso o eleitor assim entenda!       

A Sessão já havia contado com o chororô de dois deles..... eis que, de repente, e, por lógico, na mesma ‘linha’ das lamentações, surgiu o Nobre Vereador Franceilson Leitão apontando sua metralhadora certeira e impiedosa: sem falar o nome do alvo, o parlamentar fez sua primeira e única, mas direta investida: “tem um blogueiro por aí que não tem o que fazer”, disse o Vereador, bastante furioso, tal qual uma onça, quando está com fome à procura do alimento. As patadas do Vereador ao trabalho deste blog foram, como se diz, ‘claras e evidentes’, uma espécie de anúncio contra um elementar direito: o de livre expressão e também o de informar, como é próprio dos blogs, que, atualmente, viraram quase jornal, mas não chegaram a tanto, ante a diferença que separa as duas coisas....

Naquele tipo de debate, o Presidente da Casa, Francisco Santana, chegou a intervir, ainda na fala de Fladilson Paca, para afirmar e reafirmar a liberdade de expressão, mas nada disso serviu para alterar o ímpeto do furioso e destemperado colega...

O Vereador Franceilson Leitão, naquela Sessão, deixou claro que, por ele, blogueiro tem que ‘dar o fora’, enquanto é tempo; na visão atrasada e torta de Franceilson, blogueiro atua como tal exatamente porque não tem o que fazer, e se tivesse, não faria blog. Ou seja, para o Vereador Franceilson, blogueiro é uma espécie de desocupado. Felizmente, a voz solitária do citado parlamentar não vai manchar o Parlamento local, como um todo. Franceilson Leitão deixou claro que blogueiros não podem fazer críticas, para evitar ‘melindrar’ o parlamentar, ou seja, os blogs devem situar-se na linha da pura bajulação, do puxa-saquismo e por aí vai...

A mensagem do bravo edil não precisaria ser mais clara! Só precisaria ser um pouco mais educada, já que educação rima com respeito, o que, talvez, sua visão curta não tenha condição de enxergar.

Mas, ao menos com este blog, a bajulação não será o caminho escolhido, mesmo sendo um Vereador honesto, aguerrido em sua função, que trabalha muito, a ponto de adquirir estafa, por conta da labuta pesada, no difícil, cansativo e até penoso trabalho de parlamentar. Exemplo disso são as centenas de leis, os milhares de requerimentos feitos no âmbito da Câmara Municipal que têm consumido quase todo o tempo de alguns edis, em Paulo Ramos. Mas não é só: alguns vereadores estão estressados por conta de seu trabalho de fiscalização dos atos do Poder Executivo (leia-se Prefeito). Afinal, são tantas as coisas que acontecem, prejudicando a sociedade, a qual, como sabe o mais incauto dos vereadores, só deseja que seus representantes eleitos cumpram aquele papel que lhes foi dado nas urnas. Infelizmente, alguns parlamentares já se esqueceram da missão recebida, lá atrás...

O fato é que, se algum vereador, de Paulo Ramos ou de qualquer outra cidade/município, achar que pode exercer o cargo, sem enfrentar críticas e/ou reclamações, está redondamente enganado. Nesse caso, a envolver o vereador Franceilson Leitão, a gente pode até elogiar o referido parlamentar, já que o mesmo não teve cerimônia alguma de botar seus ‘cachorros’ no rumo da liberdade de expressão, atingindo, assim, este humilde, mas ousado blog, o qual, como dito acima, não vai se intimidar com as investidas equivocadas e destemperadas, seja de vereador, seja de prefeito; seja de Governador, do Presidente da República, ou de quem quer que seja. É uma questão de coerência de propósitos e também por conta daquele bem, objeto deste artigo, a liberdade de expressão, para este blog, pedra angular, ou seja, fundamental para o continuar de sua caminhada.

Agora, cabe ao eleitor de Sua Excelência, o Nobre Vereador Franceilson Leitão, dizer se aprova seu trabalho na Câmara Municipal, visando calar a boca de alguns, em prejuízo da liberdade de expressão, pelo fato da divulgação de uma verdade: a ausência numa Sessão importante.

Mas se o eleitor do referido parlamentar lhe der mais essa procuração, seria o caso de convidar o Nobre Vereador a tentar calar outro blog, já que este, a depender do limite de suas forças, vai continuar na trincheira das lutas que o responsável por ele – José Alex Barroso Leal, vem travando há 2 décadas, no Município, ou seja, quando o citado Vereador nem mesmo imaginou, um dia, figurar como representante do povo da ‘querida bacabinha’.

Nota: este blog, como já fez outras vezes, informa que está aberto para respeitar eventual direito de resposta de qualquer interessado, incluindo, claro, o próprio Vereador Franceilson Leitão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário